Loading...

Henrique Abranches


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.


1932 - 2006

Biografia

Henrique Abranches, (Lisboa, 29 de setembro de 1932 - Africa do Sul, 05 de fevereiro de 2006), foi um escritor angolano.
Nascido em Lisboa em Setembro de 1932 e foi para Angola logo após a Segunda Guerra Mundial. Em Sá da Bandeira (actual Lubango) inicia-se na actividade política, literária, na pintura e nos estudos etnográficos. Mais tarde, já em Luanda, escreve principalmente poesia e textos de etnologia para a Sociedade Cultural de Angola e para a revista da Associação dos Naturais de Angola, na época dirigida por António Jacinto.
Preso pela Pide, escreve na prisão o esboço do seu primeiro romance, "A Konkhava de Feti", que consegue fazer sair do país. É enviado para Lisboa com residência fixa, onde colabora com a Casa dos Estudantes do Império dando palestras, escrevendo e fazendo trabalho político. É membro fundador da União dos Escritores Angolanos e da UNAP (União Nacional dos Artistas Plásticos), de que foi presidente.
As suas obras A Konkhava de Feti e O Clã de Novembrino (em três volumes) foram galardoadas com o Prémio Nacional de Literatura. Dedica-se ainda à expansão da Banda Desenhada através de escolas de sua iniciativa. Com mais de 50 títulos publicados abrangendo temática variada, tem de momento no prelo um pequeno livro de contos.
Faleceu na Africa do Sul em 2006 devido um Acidente vascular cerebral.



Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 46.11 %
Poesia 17.78 %
Também Escrevo 13.89 %
Escritores 10.56 %
Pensamentos 3.89 %
Adivinhas 2.22 %
Editoras 2.22 %
Provérbios 2.22 %
Vídeos 1.11 %

180 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2843 autores e 6911 obras.